Segunda-feira, 28 de Setembro de 2009

Há já uns dias largos que me lembro frequentemente de uma mensagem que recebi há uns anos trás. Era daquelas pré-feitas, mas marcou-me. Recebi-a no dia da minha primeira formação como catequista e escolhia-a como algo a nunca perder de vista na vida e na evangelização.

 

Dizia assim:

 

"Só mãos abertas recebem presentes.

Só mentes abertas recebem sabedoria.

Só corações abertos recebem Amor."

 

Seis anos depois, tenho a certeza que esta simples sms foi decisiva, para que, nesse ano de 2003/2004, escolhesse o meu critério de vida: estar disponível. Nesse ano, o grande desafio foi mesmo esse, cada um de nós devia descobrir o seu critério de Vida. Escolhi esse, que ao longo dos anos se foi alterando, e, hoje, gosto de definir como "Estar disponível e mudar a parte do Mundo que depende de mim."

 

Já tinha intenção de partilhar isto aqui, mas, há poucos dias, ia a sair de casa e a minha avó desejou: "Deus te acompanhe." Respondi o que respondo sempre a isto: "Deus acompanha-me sempre, acompanha sempre todos os Seus filhos. Como podia ser de outra forma, se Ele é Pai e Omnipresente?". A resposta  que se seguiu tocou-me: "Pois, mas, às vezes, nós é que não nos deixamos acompanhar."

 

Fiquei a pensar nisso. É tão verdade! Afinal, só corações abertos recebem Amor.Ele está sempre para nós e por nós, mas nós temos a possibilidade de nos fecharmos ao Seu Amor. Recordei imediatamente um momento da minha caminhada em que se tornou evidente para mim a resposta à bem  conhecida pergunta de S. Paulo sobre o que pode separar-nos do amor de Deus. Só eu posso afastar-me do amor que Deus me tem. Só eu! O Amor Dele é gratuito e constante, mas posso recusá-lo.

 

Na noite desse dia, um grande amigo veio falar comigo no MSN. Queria dizer-me que tinha descoberto um texto bíblico que o tinha tocado. Disse-me que era o Salmo 37 e avisou-me logo que tinha gostado pela parte da confiança que os justos podem ter em Deus e não pela dureza que tinha em certas parte.

 

Fui ler. Realmente, é um texto com um forte cunho de Antigo Testamento. Há imensas referências ao castigo dos impuros. Li-o, no entanto, numa outra perspectiva. Qual? Aquela que estava a partilhar acima: temos tudo para ser amados, mas podemos rejeitá-lo. Recusar o Amor de Deus implica que não nos construamos, porque só o Amor constrói. Deus só pode plenificar aquilo que nós construirmos. Se resolvermos enroscarmo-nos, então, não há o que Deus divinize. Deus plenifica e diviniza o que nós humanizamos e a humanização é sempre um caminho de Amor.

 

Espero não ter sido confusa, mas queria mesmo partilhar estas três coisas desconexas, mas que, para mim, fizera sentido juntas.

 

 

 



publicado por Micaela Madureira às 19:47 | link do post | comentar

1 comentário:
De Luísa Pinto a 29 de Setembro de 2009 às 15:26
É bem verdade isto que acabaste de escrever! Já senti algumas vezes que quando tenho mais dúvidas e fé abalada é quando deixo de estar disponível, quando deixo de parar por momentos para sentir de onde vem o Amor de Deus para mim! Se pararmos uns segundos, percebemos que Deus está em todas as pessoas e pormenores que nos fazem sorrir e nos preenchem o coração. E que tal se hoje tentarmos estar mais disponíveis do que ontem?? Já é um começo! =)


Comentar post

mais sobre mim
Contacta-nos!
Centro.Catequese.Sto.Afonso@Gmail.com
Também podes encontrar-nos aqui:

Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

Hoje, começa uma nova era

Ser próximo é fazer-se pr...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Natal - Dia 26

Advento - Dia 25

Advento - Dia 24

links
arquivos

Junho 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

1.º volume (2014/15)

2.º volume (2014/15)

3.º volume (2014/15)

acção de graças

aniversários

boas notícias da semana

catequeses conjuntas

celebrar aqui... ao entardecer

com afonso

desenhos - geral

férias

festas

festival jota

newsletter

profissão de fé

quaresma 2014 - caminhada de oração

retiro

semanário do 1.º volume (2013/2014)

união

via lucis

via lucis 2013

via sacra 2011

via sacra 2012

via sacra 2013

todas as tags

subscrever feeds