Domingo, 14 de Abril de 2013

Tinha muitas coisas para dizer ainda sobre "Ver Deus nos mais vulneráveis", mas, a semana passada, não deu tempo.

 

Provavelmente, ainda vou querer partilhar aqui algumas, ao longo das próximas semanas, ou vou tentar ter oportunidade de as dizer na catequese conjunta, mas, hoje, tenho mesmo de falar sobre o tema desta semana que hoje começa: "Ver Deus na minha caminhada de Fé".

 

É que hoje é o primeiro aniversário de um dia marcante da minha vida. Faz hoje um ano, foi o Retiro dos "meus meninos" e da Su.

 

Foi um momento privilegiado de Memória.

 

O dia foi dividido em três partes: na parte da manhã, fizemos um jogo/exercício por cada ano de caminhada; na parte da tarde, apresentámos diversas formas de VER (nos mais vulneráveis, na nossa caminhada...e o resto não conto, para não ficarem com ideias sobre as próximas semanas); por fim, celebrámos em oração e à volta da mesa.

 

Foi um dia marcante, porque não foi um dia só. Foi uma espécie de resumo de 9 anos. Teve a intensidade de quem revive o melhor do que viveu.

 

Enquanto o preparávamos, pude saborear os melhores momentos da caminhada. Se os piores também foram lembrados? Ao de leve. Aliás, essa é das coisas que me faz lembrar de Deus. 

 

Hoje, estava a pensar nisso e na Ressurreição, na incorporação na Família de Deus. Muitas vezes, disse aos "meus meninos", que ao chegarmos ao frente-a-frente com Deus, o que contava era o Amor. Não acredito num Deus que anota as nossas falhas, uma por uma. Acredito, isso sim, num Deus que anota cada acto que nos humaniza. É que o nosso Pecado não é incorporável Nele, só o Amor que somos capazes de construir pode ser feito parte do Amor em plenitude, isto é, de Deus.

 

Nas nossas vidas, se virmos bem, acaba por ser também assim. Quando chegamos ao fim de uma época que foi boa, de um percurso que nos encheu, que nos tornou melhores, pouco importam os momentos em que tudo pareceu terrível. Não quer isto dizer que não se aprenda com o que houve de mau. Não, quer apenas dizer que não é isso que conta verdadeiramente. A Vida mede-se em intensidade de Amor.

 

Saborear os melhores momentos serviu para perceber que, na maioria deles, eu tive pouca responsabilidade por os criar. Há uns anos, uma catequista que admiro dizia que, muitas vezes, é quando estamos menos seguros que Deus consegue dizer-se melhor em nós. Hoje, lembrava-me disto e veio-me logo à cabeça a leitura em que os Apóstolos são convidados a atirar a rede para o outro lado. Embora já tenha lido todas as leituras do tempo de Páscoa, para preparar a caminhada "VER DEUS", não me lembrava que era o Evangelho de hoje. Acho que é das maiores aprendizagens que podemos ter: percebermos que o essencial não depende de nós. Por nós apenas passa a Fidelidade.

 

Depois, foi um exercício que me fez perceber que é sempre Deus que vem ao nosso encontro. Dirão vocês: "Está bem, está bem, frases feitas." Serão talvez, mas são daquelas que acabam por se tornar Carne.

 

Quando olho para a caminhada deles, que é indissociável da minha, vejo-a assim:

 

1 - Jesus apresenta-me um Pai Bom.

2 - Jesus quer ficar em minha casa e abraçar-me.

3 - Jesus pede-me para O seguir.

4 - Ouço o que Jesus e o Pai têm a dizer e quero contá-lo a toda a gente.

5 - Deus Confia em Mim.

6 - Eu Confio em Deus.

7 - Será que Confio mesmo? Sou Fiel?

8 - Como é uma Vida ligada à de Jesus? O que é que Ele muda na minha Vida?

9 - O que é isto de ser de Cristo, de ser cristão?

10 - Sei que Deus crê em mim, tem esperança em mim e me ama. E agora?

 

É engraçado perceber que se, no início, "É assim porque é assim:", depois, vamos sendo cada vez mais questionados. Até que a nossa Vida se torne permanente pergunta, um permanente "E agora?".

 

Fiz este Caminho com gente fantástica! Pessoas que, perdoem-me todos os outros, são as que mais me fizeram "VER DEUS".

 

Os últimos meses desse jeito de Caminhada foram maravilhosos, pela vertente Memorial, mas também assustadores. A pergunta "E agora?" foi difícil para mim. De repente, o "sempre foi assim" estava a acabar. Eu não queria continuar a fazer o mesmo. Queria encontrar novas formas de fidelidade. Só que "deixar os chinelos usados" custa, dá medo.

 

Tenho de dizer que me lembro, muitas e muitas vezes, desses 9 anos de caminhada. Lembro-me com alegria, com orgulho, com saudade. Lembro-me com a certeza de que o Amor é o definitivo e o essencial das nossas vidas. 

 

Faço-o, contudo, sem dizer: "Gostava de ter continuado no mesmo ritmo mais 100 anos". 

 

Viver a fase actual, de "catequista a dias", também está a ser bom, de uma forma diferente.

 

 

Senhor, 

 

Ensina-nos a fazer Memória.

 

Ensina-nos a percebermos que o essencial da Vida são as relações de Amor que criamos.

 

Ensina-nos a estarmos disponíveis, para todos os desafios a que a Fidelidade a Ti nos chame.

 

Ensina-nos a Amar ao Teu jeito.



publicado por Micaela Madureira às 17:46 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



mais sobre mim
Contacta-nos!
Centro.Catequese.Sto.Afonso@Gmail.com
Também podes encontrar-nos aqui:

Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

Hoje, começa uma nova era

Ser próximo é fazer-se pr...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Natal - Dia 26

Advento - Dia 25

Advento - Dia 24

links
arquivos

Junho 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

1.º volume (2014/15)

2.º volume (2014/15)

3.º volume (2014/15)

acção de graças

aniversários

boas notícias da semana

catequeses conjuntas

celebrar aqui... ao entardecer

com afonso

desenhos - geral

férias

festas

festival jota

newsletter

profissão de fé

quaresma 2014 - caminhada de oração

retiro

semanário do 1.º volume (2013/2014)

união

via lucis

via lucis 2013

via sacra 2011

via sacra 2012

via sacra 2013

todas as tags

subscrever feeds