Quarta-feira, 10 de Abril de 2013

Esta semana, tenho tentado aceitar o desafio e perceber de que modos Deus me bate à porta, usando da vulnerabilidade, da minha e da dos outros.

Ontem, uma amiga dizia-me sobre alguém que conhecemos que se comporta irresponsavelmente, porque, sabendo que tem uma doença a controlar, não se cuida.

Respondi-lhe algo como: “Pois, ele quer fingir que é saudável, mas, assim, só consegue o contrário.”

Pensei que a conversa tinha ficado por ali, mas não. Na minha cabeça, ficou a insinuar-se, a provocar-me, a desafiar-me a assumir as minhas vulnerabilidades que tento varrer para baixo do tapete.

Hoje, tive de me levantar muito cedo, para apanhar um comboio matutino para Lisboa. Depois de lá chegar, as horas seguintes foram passadas a correr: táxi, recolher documentação da conferência, ir para a própria conferência (passando a maioria do tempo a enviar mensagens e emails para colegas, para, em conjunto, tentarmos resolver uma urgência, enquanto tentava seguir a conferência em Inglês), …

No fim, dei-me uns minutinhos de descanso activo, passeando entre o verde, mas isso fica para vos contar depois, porque foi assim como um adiantamento de um modo de VER que virá noutro desafio…

Depois, novamente táxi e trabalhar na estação.

Sentia-me óptima. Pensei que ia trabalhar até ao Porto, mas, pouco depois, tinha pousado o caderno de apontamentos no colo e estava a dormitar.

Quando voltei a acordar, pus-me a pensar que o meu telemóvel de trabalho se tinha desligado também, cansado da imensa actividade a que tinha sido sujeito desde as 5h30.

Lembrei-me de se dizer, tantas vezes, que a grande limitação dos telemóveis actuais é não terem bateria suficiente para as mil funções que desempenham.

Fiquei a pensar que nós também não.

Dei por mim a relembrar a minha conversa com a minha amiga. Só que a levá-la mais longe, não é só uma irresponsabilidade não cuidarmos das doenças que temos ou não dormirmos as horas necessárias.

É uma irresponsabilidade, isto é, uma incapacidade em de responder àquilo para que formos criados, não cuidarmos de qualquer das nossas fragilidades. As nossas vulnerabilidades não são só físicas, são também mentais e espirituais. Precisamos de carregar todas essas “baterias”.

Sim, quando nos “esquecemos” de carregar alguma delas, estamos a ser irresponsáveis, a aceitar ser menos do que aquilo para que fomos criados.

Assumirmos as nossas vulnerabilidades, a todos os níveis, é o primeiro passo para as superarmos.

Eu lido muito mal com as minhas. Gosto de mostrar o meu lado feliz e em comunhão com a Vida.

O outro, muitas vezes, até de Deus tendo esconder, como se fosse possível.

Quando me sinto mais vulnerável, fujo de Deus ou aproximo-me com frases feitas, como o filho que desbaratou a herança.

Vale-me que Deus continua o mesmo, a vir ao meu encontro, muito antes de eu O procurar.

Não lhe importa que eu, como Adão, me esconda quando me sinto “nua”.

Isto lembra-me uma situação que me aconteceu há apenas alguns dias. Um amigo contou-me algo que pensara fazer e em que não ficaria muito bem na fotografia.

Senti-me tão agraciada pela confiança que o levava a mostrar-se inteiro, o bom e o mau, o forte e vulnerável, que não pude deixar de me analisar pelo prisma da Confiança.

Quando escondo as minhas vulnerabilidades com todas as minhas forças, por onde anda a minha Fé?

Quando me “escondo” até de Deus, quem sou, quem opto por ser?

 

Faz-me, Senhor, ver as minhas vulnerabilidades como um convite a deixar-me completar por ti e pelos irmãos.

Não me deixes cair na tentação da auto-suficiência, nem permanecer num orgulho arrogante de quem fecha os olhos às suas fraquezas e as esconde com todas as forças.

Ensina-me a arte da Confiança, a virtude da Fé.

Ajuda-me a que os meus dias me falem de Ti. Faz-me VER ao Teu jeito.



publicado por Micaela Madureira às 21:56 | link do post

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



mais sobre mim
Contacta-nos!
Centro.Catequese.Sto.Afonso@Gmail.com
Também podes encontrar-nos aqui:

Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

Hoje, começa uma nova era

Ser próximo é fazer-se pr...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Natal - Dia 26

Advento - Dia 25

Advento - Dia 24

links
arquivos

Junho 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

1.º volume (2014/15)

2.º volume (2014/15)

3.º volume (2014/15)

acção de graças

aniversários

boas notícias da semana

catequeses conjuntas

celebrar aqui... ao entardecer

com afonso

desenhos - geral

férias

festas

festival jota

newsletter

profissão de fé

quaresma 2014 - caminhada de oração

retiro

semanário do 1.º volume (2013/2014)

união

via lucis

via lucis 2013

via sacra 2011

via sacra 2012

via sacra 2013

todas as tags

subscrever feeds