Sábado, 24 de Janeiro de 2009

«Pedro estava ainda a falar, quando o Espírito desceu sobre quantos ouviam a palavra. E todos os fiéis circuncisos que tinham vindo com Pedro ficaram estupefactos, ao verem que o dom do Espírito Santo fora derramado também sobre os pagãos, pois ouviam-nos falar línguas e glorificar a Deus. Pedro, então, declarou: "Poderá alguém recusar a água do baptismo aos que receberam o Espírito Santo, como nós?"» (Act 10, 44-47)

 

Olá, Abbá!

Sabes, hoje, sinto uma alegria especial por te chamar assim. Imagino a alegria de quantos já te disseram esta palavrinha pequena e cheia de sentido. O meu coração exulta, por me aperceber que já tantos a pronunciaram antes de mim, tantos como eu que nunca falaram aramaico, mas que encontraram ou encontram nestas poucas letrinhas o "som da voz" do próprio Jesus a dizer-Te, naquele encantamento que só Ele viveu plenamente, Abba, Pai.

Imagino-Te debruçado sobre mim, em todas as quedas que vou dando. Melhor, vejo-Te a dares-me as mãos e a segurares-me nos primeiros passos. Depois, largas-Me e continuas sempre ali, mas eu, vendo-me solta, tenho medo. É um mafarrico tão grande esse medo! Tu lá me pegas ao colo, saras-me as feridas e incentivas-me a voltar a tentar.

Adoro receber-Te como Dom, receber-Te como Graça. Como tudo muda, quando sabemos que não temos que fazer nada para receber o Teu colinho! Como tudo muda, quando Te percebemos a actuar mais nas coisas que não se vêem do que naquelas que enchem os olhos! Como tudo muda, quando descobrimos que nos tornas dignos, com o Teu Amor e a Tua Confiança! Como tudo muda, quando sentimos que não há uma multidão de filhos teus, mas que escolheste perfilhar a Humanidade e dar-lhe Cristo como Cabeça!

O texto dos Actos com que comecei fez-me olhar um pouquinho para a minha Caminhada e perceber que, como os fiéis circuncisos, já me espantei, diria quase indignei, com a Tua capacidade de Dom. Não percebia que fosses Tu a vir ao nosso encontro, que nos apresentasses uma Aliança sem reservas, que só nós pudessemos recusar. Isto de um contrato de aceitação unilateral confundia-me. Então Tu não terias o dever de recompensar os bonzinhos? Não, hoje, sei que não é nada assim. Continuas a espantar-me e a surpreender-me, mas é com um sorriso rasgado que o noto. Sabes, hoje, como Pedro, pergunto como posso encarar alguém como não sendo Teu filho, Teu escolhido, se o Espírito foi derramado sobre ele? Não posso, nem quero.

Ajuda-me, a cada dia, a sorrir perante a bagunça que deixas sempre na minha vida, perante todas as minhas certezas que destroies como se fossem apenas um baralho de cartas.

Faz-me perceber que Tu, o Filho e o Espírito derramam sobre todos nós a Vida Nova, com mais abundância e mais Sentido do que podemos intuir.

 

 

[Obrigada a todos aqueles que me proporcionam momentos muito ricos de caminhada. Um obrigada muito especial a todo o grupo de catequistas, pelo muito que cresço convosco. Quero agradecer ao Alexandre, por fazer estes desenhos maravilhosos, que me entretenho a "raptar" e ao Icas, por me ajudar no pormenor difícil de escolha do título para o post. E o maior obrigada vai para...DEUS PAI, por ser o meu Pai querido.]



publicado por Micaela Madureira às 22:38 | link do post | comentar

3 comentários:
De Ricardo Silva a 24 de Janeiro de 2009 às 23:34
Um muito obrigado a ti Mi, é fantástico crescer contigo. Mais uma vez proporcionas-nos um texto rico e pintado com a tua ternura. Mostra muito bem o que saboreamos nesta formação. Deus Pai, Deus Irracional, Deus Dádiva Total, Dom Total, Deus Liberdade...um Deus que vale bem a pena =D
Grande beijinho.


De Ana Montenegro a 25 de Janeiro de 2009 às 13:18
Na formação senti necessidade de agradecer uma coisa tão simples como o facto de Te poder chamar Pai, assim como de sentir-Te como tal.

É bom demais quando nos disponibilizamos para Te conhecer, para Te ir descobrindo nas pequeninas coisas que por vezes não parecem ter significado algum. Mas sem estas, o que seria das coisas a que chamamos de grandes?

Ajuda-me e ajuda-nos a estar mais atentos ao ponto de repararmos nas pequenas mudanças, nas pequenas transformações que vão ocorrendo.
Ajuda-nos a não desanimar quando as nossas expectativas não se verificam na realidade.
Ajuda-nos a não desistir perante as dificuldades e o desânimo, mas sim a ter força, confiança e optimismo!

Obrigada Pai simplesmente por Te sentir como Pai, como Abbá


De Luísa Pinto a 25 de Janeiro de 2009 às 19:34
Ontem experimentei a felicidade com que se diz Abbá , logo a seguir à formação quando expliquei à minha mãe o que tínhamos falado.

Durante o dia sempre que dizia uma expressão em que se utiliza a palavra Deus ("Deus a ajude", "Deus lhe dê força", etc...) substituiu Deus por Abbá E ao mesmo tempo dava um sorriso que não estava presente nas suas "antigas" expressões. Como se dissesse algo de novo e profundo...algo realmente verdadeiro...algo que Deus gostasse de ouvir! =)

Obrigada, Abbá por esta "magia"!


Comentar post

mais sobre mim
Contacta-nos!
Centro.Catequese.Sto.Afonso@Gmail.com
Também podes encontrar-nos aqui:

Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

Hoje, começa uma nova era

Ser próximo é fazer-se pr...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Natal - Dia 26

Advento - Dia 25

Advento - Dia 24

links
arquivos

Junho 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

1.º volume (2014/15)

2.º volume (2014/15)

3.º volume (2014/15)

acção de graças

aniversários

boas notícias da semana

catequeses conjuntas

celebrar aqui... ao entardecer

com afonso

desenhos - geral

férias

festas

festival jota

newsletter

profissão de fé

quaresma 2014 - caminhada de oração

retiro

semanário do 1.º volume (2013/2014)

união

via lucis

via lucis 2013

via sacra 2011

via sacra 2012

via sacra 2013

todas as tags

subscrever feeds