Domingo, 27 de Outubro de 2013

Hoje, na catequese, em que estivemos com o segundo volume, começamos por ouvir uma história:

 

"Era uma vez um senhor chamado Zaqueu.

Era um senhor muito pequenino e rico.

Os vizinhos não gostavam de Zaqueu, porque ele era cobrador de impostos. Os cobradores de impostos eram muito malvistos, porque trabalhavam para os romanos, que tinham invadido a terra dos judeus e não os tratavam bem. Além disso, muitas vezes, os cobradores de impostos obrigavam as pessoas a pagar mais do que deviam, para ficarem com parte do dinheiro.

Zaqueu pensava se haveria alguém que pudesse gostar dele.

Um dia, ouviu dizer que Jesus ia passar pela sua terra. Como já tinha ouvido dizer muitas coisas boas sobre Jesus, resolveu ir vê-Lo. Só que ele era tão pequenino! Como ia fazer para ver Jesus?

Pensou, pensou e decidiu: ia subir a uma árvore para ver Jesus. Sabia que não era natural que Jesus o visse, mas, pelo menos, ele veria Jesus.

 

Subiu a uma figueira e lá ficou. Depois, teve uma grande surpresa. Jesus, quando ia a passar debaixo da árvore, parou e disse-lhe:

- Zaqueu, desce depressa. Hoje, tenho de ficar em tua casa.

Zaqueu desceu, muito, muito, muito contente e levou Jesus para sua casa.

 

Os vizinhos é que não gostaram nada! Então, Jesus ia ficar em casa de Zaqueu? De Zaqueu, que ajudava os romanos, ficando com o dinheiro que tanto custava a ganhar aos seus vizinhos? De Zaqueu, que, às vezes, todos acreditavam, ficava com umas moedinhas a mais, para encher o seu cofrezinho?

 

Depois de conversar com Jesus, de perceber o bom coração que Jesus tinha, de ficar encantado com uma vida de Paz que Jesus lhe dizia que podia ter, Zaqueu tomou uma decisão muito importante e disse a Jesus:

- Vou dar metade de tudo o que tenho aos pobres. Além disso, se fiquei com alguma moedinha que devia ser dos meus vizinhos, em vez de lhe dar apenas essa moedinha, vou dar-lhe quatro. Prometo que vou separar mesmo todas as moedinhas, por mais pequeninas que sejam. Afinal, lá por serem pequeninas não quer dizer que não contem. Eu também sou pequenino e Tu descobriste-me em cima da árvore.

Jesus ficou com um sorriso enorme e disse:

- Hoje, veio a salvação a esta casa, porque Zaqueu ficou a saber que tem quem o ame muito e que também está chamado a amar muito."

 

Depois, estivemos a fazer de Zaqueu e a separar as notas e moedinhas todas. Assim, percebemos que mesmo as mais pequeninas contam e que é importante partilharmos com os outros. Por isso, fomos levar aos outros grupos algumas moedinhas de chocolate. Pelo caminho, também encontramos quem partilhasse connosco umas bolas fatias de bolo.

 

A atividade das moedinhas serviu para falarmos de algo muito giro que vai acontecer no nosso ano, mas ainda não vos vamos contar já. Se, para a semana, passarem por cá, ficam a saber ;)

 



publicado por Micaela Madureira às 15:07 | link do post | comentar

Domingo, 20 de Outubro de 2013

Hoje, foi dia de termos catequese com mais gente.


Para além de estarmos com o 2.º volume, também estivemos com o 5.º, que nos recebeu muito bem.

 

Como éramos muitos, tivemos direito a uma visita especial: a Filipa Pereira. Uma menina muito simpática de 17 anos, que desenha muito bem e esteve a ajudar os meninos do 1.º e do 2.º volumes no final da catequese a fazerem os seus desenhos.

 

Aos desenhos já lá vamos! Porque, antes deles, tentamos perceber o que é preciso para acolher.

 

Segundo ouvi dizer, é necessário:

  • Amor;
  • Ser amigo;
  • Prepararmo-nos para receber.
Depois, estivemos a falar de diferentes situações em que acolhemos.

Descobrimos que, quanto acolhemos os meninos mais pequeninos na catequese, temos de os receber bem e com amizade. Se tivermos tempo, podemos até enfeitar a sala antes de virem. Também estamos a preparar uma festa para lhes dizer que são bem-vindos. Uma festa na eucaristia, em que é preciso escolher as músicas, preparar a Oração dos Fiéis (que é quando fazemos pedidos a Jesus) e a Ação de Graças (que é quando agradecemos, o Ofertório (que é quando levamos coisas ao altar, primeiro os símbolos e depois os cestos com as moedas que as pessoas lá colocam). Disseram-me que também devíamos ter uma festa com comida para depois da eucaristia. Será que sim?
Também me disseram que, se há festa, querem ser convidados. Há que tratar disso!
Depois, falamos sobre como se recebe um bebé na família, parece que há muitas coisas para tratar: as roupinhas, a cama, a roupa de cama, o quartinho... 
Ainda tivemos tempo de falar de quando se prepara uma festa ou se recebe amigos em casa. Aí, acolher é enfeitar a casa, é fazer a comida, é fazer com que a pessoa se sinta à vontade em nossa casa (por exemplo, mostrando-lhe as divisões da casa), é escolher música para pôr a tocar...
Ficamos a saber que, para acolher bem, é preciso fazer preparativos. Só que, como me disseram, "as coisas não saem exatamente como preparaste". Pois é! Para acolhermos os outros, temos de estar dispostos a dar-lhes espaço e isso faz com que nem tudo seja igualzinho ao plano, mas isso não quer dizer que não possa ser ainda melhor.
Feito isto, foi tempo de o 1.º e o 2.º volumes desenharem com a Filipa. Houve desenhos muito giros!
Enquanto isso, o 5.º volume pôs em prática o que tinhamos estado a falar. Escolheram o(s) símbolo(s), escreveram o seu significado e começaram os desenhos. Como não houve tempo para os terminar, ainda houve quem os levasse para casa para completar. Não há nada como uma catequese que tem consequências práticas :D


publicado por Micaela Madureira às 15:26 | link do post | comentar

Hoje a nossa catequese foi dirigida pelas nossas famílias e que bom que foi !

 

Obrigado a todos os que caminham connosco, é muito bom sentirmo-nos "em sintonia", "unidos", "em comunhão", ... :)

 

Aqui ficam algumas das partilhas:
Estar em comunhão é...
* União, amor, sintonia, paz, alegria, harmonia.
* Estarmos todos juntos e partilharmos uns com os outros, conhecendo-nos todos.
* Estar com as pessoas.
* Falar de Jesus.
* Estar com os irmãos.
* Ficar contente quando os outros estão contentes.
* Ter relações, sabendo que o Amor está em todo o lado.
* É saber que o coração tem muitas gavetas. Cada gaveta é uma relação de Amor. Quanto mais relações de Amor tivermos, mais gavetas temos, elas multiplicam-se!
* Ter um coração que nunca está cheio para receber.
3º volume:
Arnaldo
Catarina
Joana
João
Mariana


publicado por Ana Montenegro às 13:01 | link do post | comentar

Sábado, 19 de Outubro de 2013

Ontem, foi dia de festa.

O nosso Grita Bem Alto fez 5 aninhos. Para o próximo ano, já vai para a catequese :) Ah, não. Ele sempre andou na catequese. Nós acreditamos que a apresentação de Jesus deve começar desde pequeninos, por isso, o nosso Grita Bem Alto tem estado sempre a receber anúncio e a anunciar :D

 

Quando ele faz anos, gostamos de juntar a família à mesa.

No primeiro ano, resolvemos fazer um texto em que cada um escrevia uma frase, vendo apenas a anterior. Até nem correu mal: http://gritabemalto.blogs.sapo.pt/35128.html. Fizemo-lo à mesa, após partilharmos a refeição. A nossa Luisinha estava lá longe, na Finlândia, mas não foi esquecida. Uma chamadinha de vídeo permitiu que ela também estivesse connosco.

No ano seguinte, foi a Luisinha a arranjar a mesa a que nos sentamos. Tirámos umas fotos para vocês saberem porque festejávamos: http://gritabemalto.blogs.sapo.pt/57602.html. Até a Mariana, ainda dentro da barriguinha da mamã Susana, marcou presença. É que somos família ainda antes de nascermos.

 

Ontem, foi novamente tempo de nos sentarmos à mesa. Só que sentimos que vivermos a comemoração só nós não fazia sentido. Por isso, foi tempo de recordarmos que a partilha gera a abundância.

 

O desafio era: "Pelo aluguer das instalações, uma embalagem de líquido para a Chikigentil". Estou com a garagem com muitas saquinhas :D

Claro que, cada um trazendo algo, sobrou também um pedacinho de coisas, sendo que tentamos que nada se perdesse ou desperdiçasse. Parece que, quando cada um partilha os seus pães e os seus peixes, continuam a sobrar cestos ;)

 

Para os próximos 5 anos, espero que o Grita Bem Alto continue a ser um bom sítio para se partilhar palavras, imagens, vídeos. Um sítio em que se partilha aquilo que vamos vivendo, descobrindo, amando. Em que se partilhe VIDA. Porque não há FÉ sem VIDA, sem o concreto dos dias. Um sítio que nos faça sentirmo-nos cada vez mais chamados a fazer acontecer o Evangelho aqui e agora.

 

Vamos a isso?



publicado por Micaela Madureira às 16:26 | link do post | comentar

Terça-feira, 15 de Outubro de 2013

Hoje, foi dia de 2.º volume contar a experiência que tiveram o ano passado de acolhimento pelo agora 3.º volume.

 

Segundo o que os meninos do 2.º volume contaram, o mês de catequese em comum serviu para perceberem que pertencemos à mesma família, para ficarem a saber que têm quem os ajude nas dificuldades e para conhecerem mais amigos. 

Ouvi dizer que tiveram uma festa em que não foi preciso fazerem nada, porque toda a Comunidade tratou de tudo para os receber.

 

Por isso, este ano, os meninos do 2.º volume, que foram bem acolhidos pelos meninos do agora 3.º volume, estão a fazer o mesmo com os novos pequeninos do Centro: o Tomás, o António, o Rui e a Angélica.

 

Só que isso não chega. O papel do 2.º volume não é só acolher. Também é ajudar toda a Comunidade a acolher. Por isso, hoje, os meninos do 2.º volume andaram de sala em sala, a apresentar a toda a gente os meninos do 1.º volume.

 

A última sala que visitamos foi a do 5.º volume. Hoje, éramos tantos em oração! Parece que não estamos sozinhos na descoberta de Jesus :D

 

Por lá, ouvimos dizer que Deus tem um projeto para nós e connosco. Os meninos do 1.º volume ainda não sabem disso, mas espero que o descubram e sejam muito felizes dentro do Projeto do Amor de Deus.

 



publicado por Micaela Madureira às 19:32 | link do post | comentar

Domingo, 13 de Outubro de 2013
"Os onze discípulos partiram para a Galileia, para o monte que Jesus lhes tinha indicado. Quando o viram, adoraram-no; alguns, no entanto, ainda duvidavam. Aproximando-se deles, Jesus disse-lhes: «Foi-me dado todo o poder no Céu e na Terra. Ide, pois, fazei discípulos de todos os povos, baptizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a cumprir tudo quanto vos tenho mandado. E sabei que Eu estarei sempre convosco até ao fim dos tempos."


Mt 28, 16-20




Hoje foi esta a BOA NOTÍCIA que Deus tinha para nos contar! A Boa Notícia de que Deus não são três pessoas, mas sim uma relação de três pessoas que se amam profundamente e que geram entre si o verdadeiro sentido da COMUNHÃO.


E como uma Boa Notícia nunca vem só, eis que surgiu outra completamente inesperada.. Estes meninos (3º volume) já tinham associado o coração a uma casa, que se vai construindo com tijolos, mas hoje a novidade foi outra, hoje fomos tocados de forma diferente... Hoje descobrimos que o nosso coração tem gavetas e que elas se multiplicam à medida que vão ficando ocupadas, porque o nosso coração tem sede e fome de relações que o confortem, alegrem e façam feliz !


É muito bom (re)descobrirmos de que forma é que o Amor transforma as nossas vidas !


publicado por Ana Montenegro às 13:11 | link do post | comentar

Terça-feira, 8 de Outubro de 2013


publicado por Ana Montenegro às 19:32 | link do post | comentar

Domingo, 6 de Outubro de 2013



publicado por Micaela Madureira às 20:06 | link do post | comentar

Hoje a catequese do 3º volume foi assim.. Conhecemo-nos e partilhámo-nos um pouco :)
E como Jesus não nos desilude nunca, hoje também foi dia de Boa Notícia: o Arnaldo. Temos alguém novo que quer fazer caminho connosco e os nossos corações estiveram super disponíveis para o receber! Bem-vindo Arnaldo !

3º volume:
Arnaldo
Catarina
João
Joana
Mariana


publicado por Ana Montenegro às 18:46 | link do post | comentar

Olá!


Hoje, começou mais um ano de catequese.
Para alguns dos meninos, não é "mais um ano", mas sim o primeiro ano.

Espero que seja um bom ano, para os meninos do 1.º volume, para as suas famílias, para mim, e que se torne o primeiro de muitos anos de caminhada.

Espero que os meninos aprendam aquilo que eu já sei, mas, tantas vezes, também esqueço: só quando criamos laços para lá do nosso "mundinho", quando estamos dispostos a receber as partilhas dos outros e a também partilhar é que estamos verdadeiramente a caminho.
Por isso, todas as semanas, vamos dar-vos aqui notícias nossas.

Também é uma forma de nós, mais tarde, fazermos memória do que formos experimentando.

 

Hoje, para começarmos em beleza, eu, o António, o Tomás e a Angélica fomos acolhidos pelo 2.º volume e estivemos a conhecer-nos melhor.

Para além de cada um dizer o seu nome, estivemos a formar uma teia, à medida que cada um ia dizendo coisas de que gostava: barbies, futebol, basquetebol, Disney, ...

 

Depois, ficamos a saber quem é o melhor amigo de cada um de nós, qual é a brincadeira preferida e as actividades que cada um tem. Há gente que anda na capoeira, na ginástica, no Inglês... Acho que vamos ter muitas histórias a contar uns aos outros, porque todos somos diferentes e sabemos coisas diferentes que podemos partilhar com os outros.

 

Ao longo da catequese, fomos recebendo visitas: a Sandra, o Hugo, o Pe. Manso e o 3.º volume que nos trouxe docinhos. Hum...esta Comunidade promete!

 

Por hoje, é só, mas não percam os próximos episódios...porque nós também não.



publicado por Micaela Madureira às 17:24 | link do post | comentar

Sábado, 5 de Outubro de 2013

Eu não tenho irmãos de sangue, mas, se os tivesse, não me imagino a cumprimentá-los de braço bem esticado, como quem diz "fica aí no teu canto", e de olhar preso no infinito, como quem diz "tu para mim não contas".

A pensar nisto, há uns anos, passei a evitar o aperto de mão no Abraço da Paz. Ou dois beijinhos ou mesmo um abraço ou, se a distância física é maior, os dedos a irem aos lábios e a atirarem um beijinho. Vá, formas como cumprimentaria irmãos de sangue, já que professo a Fé de que, no Espírito, todos são meus irmãos.
Só assim não é quando não me consigo esticar mais no banco para chegar mais perto ou sinto que o outro fica incomodado.
Calro que seguir este princípio "na minha igreja", que frequento há 20 anos e em que uma boa parte das pessoas me conhece, pelo menos de vista, do que quando "não jogo em casa".

No entanto, mesmo fora, tento manter o princípio.

Domingo, não me deu jeito ir à eucaristia das 10h "em casa" e a das 18h30 também não era a melhor para os meus horários. Portanto, fui às 17h, à Trindade.
Chega o Abraço da Paz e lá me viro eu para trás e para a frente. Da frente, uma senhora estende-me a mão e eu aperto, mas quis fazer o costume e cheguei-me mais para a frente, para lhe dar dois beijos. Qual não é o meu espanto quando ela me diz: "A Paz, minha querida. Obrigada."

Fiquei a pensar naquele "minha querida" e naquele "Obrigada" até agora!

Uma coisa é  certa, no que depender de mim, mais do que nunca, só há cumprimentos que possam ser de irmãos. Mãos estendidas e olhares no vazio é que não, não e não!



publicado por Micaela Madureira às 15:17 | link do post | comentar

mais sobre mim
Contacta-nos!
Centro.Catequese.Sto.Afonso@Gmail.com
Também podes encontrar-nos aqui:

Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

Hoje, começa uma nova era

Ser próximo é fazer-se pr...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Caminhada de Natal - Dia ...

Natal - Dia 26

Advento - Dia 25

Advento - Dia 24

links
arquivos

Junho 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

1.º volume (2014/15)

2.º volume (2014/15)

3.º volume (2014/15)

acção de graças

aniversários

boas notícias da semana

catequeses conjuntas

celebrar aqui... ao entardecer

com afonso

desenhos - geral

férias

festas

festival jota

newsletter

profissão de fé

quaresma 2014 - caminhada de oração

retiro

semanário do 1.º volume (2013/2014)

união

via lucis

via lucis 2013

via sacra 2011

via sacra 2012

via sacra 2013

todas as tags

Nº de visitas:
Website counter
subscrever feeds